Cidades > Cultura > Destaque > Notícias

Escola é inaugurada com festa na Jaqueira

20 de dezembro de 2013

11º Aragwaksã teve ainda caçada na mata e casamento indígena

escola-top

Índios das diversas tribos da região e muitos convidados participaram da grande festa em comemoração 11º Aragwaksã, quando foi inaugurada a Escola Indígena da Reserva da Jaqueira, dia 1º de agosto. Este ano os índios celebraram os 11 anos de incorporação da área ao território indígena, com uma homenagem especial aos caciques e anciões.  A festa contou com a presença do prefeito de Porto Seguro, Gilberto Abade; do deputado estadual, Ronaldo Carletto; do secretário de Infra-Estrutura da Bahia, Batista Neves; de secretários municipais; vereadores e de diversas lideranças indígenas.

 

escola01A escola foi construída pela Prefeitura Municipal de Porto Seguro, em parceria com a empresa Veracel, dentro do padrão das aldeias indígenas – no formato circular e com cobertura de piaçava e de acordo com projeto desenvolvido pela própria comunidade. A nova unidade escolar possui duas salas de aulas com capacidade para cerca de 60 alunos, banheiro, cozinha e administração. A prefeitura está fornecendo também o mobiliário, merenda escolar e a contratação dos professores.

A festa teve ainda caçada na mata, casamento entre os índios Karkaju e Siriê Maion e muita comida para os convidados. “Este é um grande momento para o nosso povo. Tudo o que conseguimos foi conquistado com amor e carinho. Foram 11 anos de muita luta e de vitórias. A Reserva da Jaqueira foi uma semente que plantamos e germinou”, disse a cacique Nytinawã, bastante emocionada durante a inauguração da escola. Ela agradeceu o apoio que recebeu do prefeito Abade e de outros membros da Prefeitura. O índio Juari, também fez questão de agradecer e demonstrar com lágrimas sua emoção de ver a escola construída.

 

escola02Convidado a falar para os convidados, o prefeito Abade falou do seu compromisso de campanha, de trabalhar pelas comunidades excluídas. Ele lembrou que uma das primeiras ações do seu governo foi a criação da Superintendência de Assuntos Indígenas, nomeando Soraia Perelo como titular. “Estamos apenas começando a levar para as comunidades indígenas o que elas merecem. Queremos mostrar para o Brasil e o mundo que aqui o índio é valorizado”, salientou o prefeito, destacando o orgulho de dizer que “aqui vivem 10 mil índios”.

“Nós temos pobreza e riqueza, abismos muito grandes e problemas muito complexos em nosso município”, disse o prefeito. Abade demonstrou compreensão em relação à ansiedade da população por transformações rápidas no município, mas afirmou que os desafios são muito grandes. “Tenho dito ao meu secretariado que temos que fazer das tripas coração para administrar, mostrar resultados e atender as necessidades, mesmo diante da escassez de recursos.“

 

escola03Ele anunciou a construção de uma escola no Baianão, para 1.500 alunos, “com todos os equipamentos de uma escola moderna”. Abade trouxe ainda a notícia da construção, em parceria com o governo do Estado, de 1500 casas nas aldeias regulamentadas e de um ginásio de esportes na aldeia de Barra Velha. E o secretário Batista Neves se comprometeu publicamente com o prefeito de assinar um convênio para recuperação das estradas vicinais que levam até as aldeias indígenas e de instalar sinal de internet na Reserva da Jaqueira, dentro do Programa de Comunicação, que pretende levar a inclusão digital a todas as escolas da Bahia.

 

Edição Digital

Autoconhecimento

Direção Executiva
Lucinha Longo - 73 9979.5050

 

Direção Administrativa
Antônio Silva 73 9983.8175

Rua Frei Benjamim, 151 - Recanto do Lago - CEP: 45996-016 - Teixeira de Freitas - Bahia - Email: revistaorigem@yahoo.com.br - Tel.: 73 3291.9805